AnimeDragon BallMangá

Dragon Ball Z: 8 curiosidades sobre os planos do Dr. Gero

Drº Gero é um dos vilões mais inteligentes de Dragon Ball Z. Ele pensou muito em todos os detalhes intrincados de seu plano de aquisição do Androide.

Dragon Ball Z Gero

Dragon Ball Z de Akira Toriyama é considerado uma das séries shonen mais fortes e famosa de todos os tempos. A história contínua de Toriyama sobre um humilde herói, Goku, e seu crescimento como o protetor supremo da Terra mantém o público envolvido por mais de três décadas. Goku e seus amigos continuam a alcançar marcos inacreditáveis e desbloquear níveis de poder sem precedentes, mas isso traz vilões dedicados que são mais perigosos do que nunca.

Muitos vilões de Dragon Ball podem parecer monstros estereotipados, mas Drº Gero da invasão Androide é um inimigo particularmente único por causa do seu arquitetado plano mestre que ele coloca em movimento, que quase derrota os heróis da Terra.


8 – O objetivo final de Gero é substituir a raça humana por androides artificiais

Dragon Ball Z Gero e seus Androides

Não basta ser um antagonista poderoso com uma aparência assustadora. É tão importante entender a motivação do vilão e por que eles estão tão focados na destruição. O tópico do cientista louco existe há séculos e seria fácil apresentar o Drº Gero como uma mente distorcida que faz Androides porque ele pode.

Drº Gero revela em Dragon Ball GT que seu objetivo final sempre foi substituir completamente os humanos por androides artificiais e entrar em uma nova era da sociedade. Isso mostra que os planos Androide do Drº Gero existiam muito antes de Goku estar em seu radar.


7 – Gero é responsável pelo desenvolvimento do programa de criação Androide do Exército Red Ribbon

Dragon Ball Z Gero

Drº Gero poderia ter trabalhado em seus experimentos sozinho, como outros cientistas de Dragon Ball, como Drº Wheelo ou Drº Myuu. Em vez disso, ele forma uma parceria com o Exército Red Ribbon para ter acesso devidamente aos recursos necessários para seu projeto.

Gero, junto com seu colega Drº Flappe, e assim inicia o Programa de Desenvolvimento Androide do Exército Red Ribbon, que tem ações irrevogáveis para o universo de Dragon Ball. Inicialmente, os Androides eram apenas um meio de tecnologia mais seguro para os interesses da Red Ribbon, pois eles podem pensar por si mesmos e não serão usados contra eles.


6 – Gero usa sua família como modelo para seus experimentos

Dragon Ball Z Androide Nº16

Existem alguns designs muito originais para a maioria dos vilões de Dragon Ball Z, mas os Androides do Drº Gero são casos especialmente curiosos, já que o cientista tem alguma agência em sua aparência. Drº Gero é frequentemente apresentado como um indivíduo frio que está mais interessado em ciência do que em emoções.

No entanto, um traço de humanidade está presente na forma como Gero modela o Androide Nº16 após seu filho morto, o que na verdade é bastante trágico. A Androide Nº21 também é modelado após a mulher que foi mãe de seu filho e até mesmo o Androide Nº19 é baseado em seu assistente. Há algum sentimentalismo surpreendente presente nas ações de Gero.


5 – Gero destruiu a maioria dos Androids anteriores porque eles eram muito instáveis

Nº17 mata Gero

Um elemento fascinante para os Androides de Dragon Ball Z é que quando eles fazem seu êxodo do laboratório do Drº Gero, são apenas os Androides Nº16 a Nº20 que estão presentes. Em Dragon Ball Clássico apresenta o Androide Nº8, mas, por outro lado, há muito mistério em torno do que aconteceu com os protótipos anteriores de Gero.

Os experimentos anteriores de Gero eram completamente artificiais, sem componentes humanos, o que pode ter sido o motivo pelo qual o cientista teve dificuldade em mantê-los sob controle. Este é o caso dos Androides Nº1 a Nº7 e Androides Nº9 a Nº12, que Gero destrói porque são muito extremos.


4 – Gero se transforma em um Androide para alcançar a imortalidade

Dr Gero

 

Uma grande revelação que vem à tona durante o reinado de terror dos androides é que o Drº Gero, o criador dos androides, também é um ciborgue: o Androide Nº20. Como cientista, é compreensível que o fascínio de Gero por seus experimentos e tecnologia crescente o empurrou para administrar certas atualizações para si mesmo.

No entanto, a reforma androide de Gero não é necessariamente para se tornar mais forte, mas sim um meio para alcançar a imortalidade. O único componente humano que Gero carrega para seu novo corpo é seu cérebro. O Androide Nº19 realiza o procedimento em seu criador.


3 – O trabalho de Gero para fazer Cell envolve anos de rastreamento dos heróis

Spy Inseto

Os vilões em Dragon Ball tendem a aparecer e assumir que são os mais fortes antes de saberem alguma coisa sobre Goku ou o resto dos heróis da Terra. Drº Gero, no entanto, realmente faz sua lição de casa e Cell se transforma em uma máquina de matar tão bem-sucedida porque ele dedica anos de tempo à pesquisa.

Drº Gero cria um dispositivo de rastreamento de alta tecnologia disfarçado de um inseto (tipo uma mosca) que segue e observa os melhores da Terra enquanto eles se envolvem em todas as suas batalhas mais importantes. Drº Gero fica com dados valiosos e DNA que lhe permitem usar os poderes latentes dos heróis contra eles.


2 – O objetivo de Cell é destruir o universo

Dr Gero e Cell

A curiosidade natural do Drº Gero pela ciência leva à sua obsessão em criar um ser supremo que é uma combinação do DNA dos maiores guerreiros. No entanto, este é um processo tão trabalhoso que Gero deixa para seu supercomputador concluir em sua ausência.

Gero morre antes do verdadeiro nascimento de Cell e o experimento nunca consegue falar com seu criador. No entanto, Cell opera com a crença de que Gero o construiu para derrotar os lutadores mais fortes da Terra e, eventualmente, derrubar todo o universo como uma prova de seu poder e supremacia.


1 – Gero abre uma fenda dimensional para outro mundo para exterminar Goku

Dragon Ball Z Dr Gero

A maioria dos planos do Drº Gero não são tão obstinados, mas após sua morte, ele cria um verdadeiro rancor em relação a Goku. Os Androides Nº13 até o Nº15 são projetados com o propósito expresso de se vingar de Goku, mas Gero também se une ao Drº Myuu no Inferno para criar o androide definitivo para nenhum outro propósito além da eliminação de Goku.

Os dois cientistas juntam seus recursos e intelecto para criar Hell Fighter Nº17, que se funde com o Androide Nº17. Eles também são capazes de desencadear uma fenda que permite que uma grande quantidade de indivíduos falecidos escapem do Outro Mundo e retornem para o Mundo dos Vivos. (Claro que todos os eventos de Dragon Ball GT Não são canônicos mas fica aqui a raiva criada de Gero por Goku)

Atilla Battezzati

Criador do site Atualinerd, casado, amo muito jogar vídeo game, assistir animes, ler mangás e quadrinhos, mega fã da Cultura Pop. Gosto muito de trocar ideias com as pessoas e agregar conhecimento como também aprender muito sobre as coisas da vida. Venha conosco e faça parte da nossa Família Atualinerd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *