Dragon BallFilmes

Dragon Ball: Filmes de Broly do pior para o melhor

Os filmes de Broly estão entre os mais populares da franquia de Dragon Ball. E depois de analisar novamente os filmes específicos do Saiyajin, fiz um ranking de cada filme, do pior ao melhor.

Dragon Ball Broly

Existem atualmente 20 filmes de anime lançados na franquia Dragon Ball e nenhum é tão popular ou controverso como os de Broly. A saga de Broly consiste em filmes tecnicamente em sequência são eles: Broly: The Legendary Super Saiyajin, Broly: Second Coming e Bio-Broly. O primeiro filme foi lançado em 1993, enquanto as duas sequências foram lançadas no ano seguinte. Eles podem ser os únicos filmes antigos de Dragon Ball que permanecem um tópico quente de discussão entre os fãs até hoje.

Existem muitas razões pelas quais esses filmes ainda são tão falados e nem todas essas razões são boas. Por décadas, os fãs consideraram o personagem Broly e esses filmes medíocres (sim! O pessoal pegou pesado). Apesar disso, o potencial de grandeza estava visível e isso levou Akira Toriyama a canonizar Broly revisando completamente sua história no filme Dragon Ball Super: Broly lançado em 2018.

Aqui está uma classificação de todos os quatro filmes de Broly, do pior ao melhor, com base no que há de bom e de ruim em cada um deles.

4. Bio-Broly

Dragon Ball Broly

Bio-Broly é sem dúvida o mais odiado entre esses filmes e merecidamente diga-se de passagem. É indiscutivelmente o único dos filmes sem qualidades redentoras de qualquer espécie. Neste filme, o Mr. Satan é chantageado para visitar a ilha-laboratório de um homem chamado Lord Jaguar, a fim de lutar contra seus chamados “Bio-Guerreiros”. Goten, Trunks e Androide Nº18 acompanham o Mr. Satan e derrotam os Bio-Guerreiros no lugar do charlatão, quando fica claro que eles são fortes demais para ele. Isso leva Jaguar a revelar sua arma definitiva, que Trunks e Goten reconhecem ser Broly.

Goten e Trunks descobrem por Maloja, o sacerdote de Natade Village em Broly: Second Coming, que ele vendeu o sangue de Broly depois que ele foi derrotado no filme anterior e o Bio-Guerreiro que parece ser ele é um clone. Os dois garotos tentaram destruir o clone antes que ele acordasse, mas ele sentiu seus ataques e saiu do tanque que o segurava. Ao fazer isso, ele acabou mergulhado em líquido que basicamente o transformou em um monstro de lama mutante. A luta seguiu e Bio-Broly foi finalmente derrotado ao ficar encharcado em uma substância que solidificou convenientemente a lama em que estava coberto.

No geral, não há realmente nada para se impressionar neste filme. O retorno de Broly parecia implausível e a maneira como ele foi derrotado era ridícula. Mas tecnicamente, não era nem mesmo o verdadeiro.

3. Broly: segunda vinda

Dragon Ball Broly

Broly conseguiu sobreviver após ser mortalmente ferido por Goku perto do final de Broly: The Legendary Super Saiyajin e escapou do planeta em uma nave espacial que caiu na Terra. Ele caiu em uma área gelada e ficou congelado e preso no gelo quando a água derramou sobre ele. Ele foi preservado no gelo até sete anos depois, quando os gritos de Goten quebraram o gelo.

Goten, Trunks e Videl estavam em uma vila próxima procurando as Esferas do Dragão porque Videl queria ver Shenlong. Os gritos de Goten, que quebraram o gelo em que Broly estava preso, o lembraram dos gritos de Goku de quando eram bebês, e isso, claro, deixou Broly com raiva. Videl foi a primeira a ser confrontada por Broly, após Goten e Trunks terem se juntado com Videl  e todos lutaram até que Gohan chegasse a tempo de salvar o dia.

Ao contrário de Bio-Broly, a ação neste filme é divertida de assistir, especialmente depois que Gohan se envolve. Além disso, temos a cena icônica do Kamehameha em família em que Gohan, Goten e Goku (na forma espiritual) cada um dispara o seu Kamehameha para derrotar Broly é um dos momentos mais memoráveis ​​e épicos de qualquer filme de Dragon Ball. Infelizmente, além de ser forte, não há nada convincente sobre o personagem de Broly em todo o filme. Ele simplesmente aparece, luta e é derrotado. Este filme essencialmente não tem enredo, mas pelo menos é divertido.

2. Broly: o lendário Super Saiyajin

Dragon Ball Broly

Este deve até então ser o único filme de Dragon Ball mais popular do que Dragon Ball Super: Broly. O filme de Broly original é bastante decente, especialmente em comparação com suas sequências. A trama segue os Guerreiros Z enquanto eles encontram Broly e seu pai Paragus, e subsequentemente tentam caçar o lendário Super Saiyajin que está causando estragos em diferentes galáxias. Eles eventualmente descobrem que aquele que eles estavam caçando era Broly o tempo todo.

Foi revelado que Broly era mentalmente instável desde que era criança. Ele era tão perigoso que até Paragus tinha pavor dele e mandou fazer um dispositivo parecido com um colar que lhe permitia manter Broly sob controle. Paragus então decidiu usar o incrível poder de Broly para conquistar o universo. Além disso, Broly guardava um rancor enorme de Goku porque ele chorava incessantemente quando eram bebês, os berços de Goku e Broly ficavam um do lado do outro e devido o choro de Goku, Broly não conseguia dormir. A presença de Goku deixou Broly incontrolavelmente irritado e isso levou a uma grande batalha entre ele e os Guerreiros Z.

Há muito o que curtir neste filme. A história é bastante interessante e a ação está entre as mais intensas da franquia. A principal falha aqui é o próprio Broly. Ele é retratado como um personagem unidimensional que guardava rancor por algo tão simples como o choro de um bebê. Por esse motivo, este é apenas o segundo melhor filme de Broly.

1. Dragon Ball Super: Broly

Broly vs Goku

Dragon Ball Super: Broly é o melhor filme de toda a franquia Dragon Ball. Não só tem uma história incrível, mas é realmente canônico, ao contrário de todos os filmes anteriores. Este filme renova a história de Broly por completo e ao mesmo tempo em que conta a história de como o Planeta Vegeta e os Saiyajins foram aniquilados por Freeza. Ele ainda apresenta a mãe de Goku, Gine, pela primeira vez na história da franquia animada e descreve os eventos que levaram a ela e Bardock terem enviado Goku para a Terra e porque eles escolheram esse planeta.

Broly e Paragus não estavam no Planeta Vegeta quando ele foi destruído por Freeza porque eles foram exilados pelo Rei Vegeta anos antes. Rei Vegeta não gostava que o bebê Broly estivesse mostrando mais potencial de poder do que seu próprio filho. Ele foi informado de que Broly poderia ser o lendário Super Saiyajin e isso fortaleceu sua decisão de se livrar dele e de Paragus. Assim, eles passaram anos presos em um planeta relativamente pequeno que tinha um ambiente muito hostil.

Paragus decidiu que iria treinar Broly e se vingar do Rei Vegeta por tratá-lo e a seu filho de forma tão terrível. Anos depois, eles foram finalmente resgatados daquele planeta pelos subordinados de Freeza. Uma coisa levou a outra e eles finalmente encontraram Goku e Vegeta e os dois se envolveram em uma batalha épica contra Broly depois que Paragus decidiu se vingar de Vegeta no lugar de seu falecido pai.

Este filme adiciona muitas novas camadas à série principal, preenchendo as lacunas do passado dos Saiyajins. Broly é bem escrito com muita profundidade emocional real e não é apenas uma máquina de luta maluca. Ao contrário dos filmes anteriores, ele conversa com as pessoas e acaba fazendo amigos. Finalmente, as sequências de ação são incomparáveis ​​na franquia em termos de visual e escopo. Fora o fato de que ainda fomos agraciados com a aparição de Gogeta para duelar com Broly, em termos gerais esse filme é simplesmente incrível e vale muito a pena assistir.

Atilla Battezzati

Criador do site Atualinerd, casado, amo muito jogar vídeo game, assistir animes, ler mangás e quadrinhos, mega fã da Cultura Pop. Gosto muito de trocar ideias com as pessoas e agregar conhecimento como também aprender muito sobre as coisas da vida. Venha conosco e faça parte da nossa Família Atualinerd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *