AnimeDragon BallFilmes

Dragon Ball: O filme mais subestimado da franquia!

Enquanto Dragon Ball Super se prepara para lançar um novo filme, fizemos uma retrospectiva dos filmes do anime mais subestimados da franquia.

Dragon Ball Filme Mais Subestimado

Enquanto a franquia Dragon Ball é talvez a mais conhecida por sua série de mangás e anime que descreve as aventuras de Goku e os Guerreiros Z, a franquia é popular até os dias de hoje, criado por Akira Toriyama, a obra também levou uma linha inteira de filmes do anime. Alguns considerados não canônicos em relação aos eventos da história principal, muitos desses filmes são histórias paralelas sólidas para a franquia e seus personagens icônicos com seu quinhão de fãs. E com a franquia prestes a ter um novo filme de anime no próximo ano com Dragon Ball Super: Super Hero, vamos voltar um pouco no tempo e dar uma boa olhada nos filmes mais esquecidos e subestimados da franquia no início da era DBZ.

A série Dragon Ball Clássico e seus quatro filmes de anime mergulharam na fantasia das artes marciais, mas suas duas séries sequenciais Dragon Ball Z e Dragon Ball Super inclinaram-se mais para a ação de ficção científica enquanto os Guerreiros Z enfrentam quase tudo, de tiranos extraterrestres e viajantes do tempo a androides e guerreiros assassinos do multiverso. Essas apostas também apareceriam nos filmes, no entanto, o primeiro filme dessa linha, Dragon Ball Z: Dead Zone de 1989 no Brasil conhecida como Devolva-Me Gohan, parecia mais uma extensão de DB do que DBZ, apesar da marca que o torna particularmente único e uma história cinematográfica eficaz dentro da franquia.

Dragon Ball Filme Mais Subestimado

Dead Zone ocorre pouco antes dos eventos de DBZ, quando o vilão Garlic Jr. e seus capangas sequestram Gohan por causa da Esfera do Dragão de quatro estrelas que ele costuma usar em seu chapéu. Goku e Piccolo relutantemente unem suas forças contra este inimigo em comum, enquanto Garlic Jr. usa com sucesso as Esferas do Dragão para pedir a imortalidade, quase para o fim da batalha Gohan libera seus poderes ocultos para arremessar o vilão pelo portal da dimensão da zona da morte. Este filme seria tacitamente considerado canônico. Garlic Jr. mais tarde ressurgiu na série de anime Dragon Ball Z em busca de sua vingança em uma das raras ocasiões em que a série faz referência direta aos filmes.

A série de anime e filmes posteriores eram mais propensos a fórmula de “Power Creep”, com os personagens obcecados em ficar mais fortes para dominar seus oponentes. Em contraste, Dead Zone e seu sucessor de 1990, Dragon Ball Z: The World Strongest conhecido no Brasil como O Homem Mais Forte do Mundo, estavam mais focados na técnica do que na força bruta e no nível de poder, ecoando o tipo de ação mais comum em DB do que em DBZ. Houve também uma notável coragem na cinematografia e uma natureza cinética acentuada nas sequências de luta, que foram mais perceptíveis nas obras do diretor Daisuke Nishio. Nishio dirigiu os três primeiros filmes de anime de DBZ, incluindo Dragon Ball Z: The Tree of Might de 1990, no Brasil conhecido como A Árvore do Poder, voltando pela última vez para dirigir Dragon Ball Z: The Return of Cooler de 1992. Cada um desses filmes se destacam do resto da série de filmes, que posteriormente começou a se aproximar da série do anime DBZ.

Dragon Ball Filme Mais Subestimado

Os filmes de DBZ mais populares são certamente bons, com Dragon Ball Z: O Retorno dos Androides de 1992, e Dragon Ball Z: Fusion Reborn de 1995 conhecido no Brasil como O Renascimento da Fusão, estão entre os merecidos destaques. Esse sucesso continuou com a era DBS subsequente, com Dragon Ball Super: Broly de 2018 sendo o filme mais aclamado pela crítica e comercialmente bem-sucedido da franquia até o momento. No entanto, há algo a ser dito sobre aqueles três primeiros filmes de DBZ que orgulhosamente evocam uma era muito mais perigosa e corajosa para a franquia, antes que a fórmula e os temas de DBZ se tornassem mais aparentes, com os filmes de Nishio bem dignos de uma visita.

Atilla Battezzati

Criador do site Atualinerd, casado, amo muito jogar vídeo game, assistir animes, ler mangás e quadrinhos, mega fã da Cultura Pop. Gosto muito de trocar ideias com as pessoas e agregar conhecimento como também aprender muito sobre as coisas da vida. Venha conosco e faça parte da nossa Família Atualinerd.

Um comentário sobre “Dragon Ball: O filme mais subestimado da franquia!

  • Pra mim esse filme foi o único que segue a cronologia do Anime.
    Pois se passa 5 anos após o GRANDE torneio de artes marciais onde o Goku pra salvar a TERRA derrotou o maior vilão de seu tempo, Piccolo Damayo Jr.
    Então dá a ENTENDER que esse evento ocorreu pouco antes de Raditz chegar a TERRA, sendo assim há poucas COISAS nesse filme que dá brechas para descarta-lo como SENDO não-canônico !

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *