AnimeDragon BallMangá

Dragon Ball: O tratamento com as Esferas do Dragão!

Apesar de servirem ao mesmo propósito em Dragon Ball, as Esferas do Dragão que concedem desejos são tratados de maneira muito diferente por terráqueos e Namekuseijins.

Dragon Ball

Dado que a série tem o nome dos orbes dos desejos, só faz sentido que as Esferas do Dragão  tenham uma tradição cada vez maior associada a eles. Mesmo no mangá de Dragon Ball Super, as Esferas que concedem desejos continuam a aparecer em outros planetas. Curiosamente, as Dragon Balls são tratadas de forma drasticamente diferente, dependendo da raça em que vivem. Os conjuntos das Esferas mais famosos do anime são os da Terra e a dos Namekuseijins, e as duas sociedades são mundos completamente separados, literalmente em seu relacionamento ao uso das Esferas do Dragão.

Seria um estudo de caso fascinante aprender sobre a cultura e o comportamento de uma espécie observando como eles usam seus Dragões que realizam os desejos de quem os invoca. Embora todas as Dragon Balls sejam criadas por Namekuseijins, isso nem sempre significa que os seres que as manejam irão tratá-las como eles fariam. Ultimamente, as Esferas se tornaram uma espécie de dispositivo de “limpeza” para trama, mas ainda há algo a ser dito sobre o quão diferente várias pessoas se adaptam à possibilidade de seus desejos se tornarem realidade.

Terráqueos tratam as Esferas do Dragão como qualquer outro recurso

Dragon Ball

Diga o que quiser sobre Dragon Ball GT, mas ele teve a coragem de criar um arco inteiro baseado no uso excessivo e desordenado das Esferas do Dragão por nossos heróis. O grau de abuso delas deixou a Terra à beira do cômico. Mesmo que as Esferas possam às vezes soar como um cartão para sair da prisão, também é um ótimo comentário sobre a humanidade e a ganância do homem. Se os orbes mágicos e que realizam desejos realmente existissem, é claro que os humanos as veriam como nada mais do que outra ferramenta para conseguirem seus desejos mais egoístas.

Ao examinar como as Esferas do Dragão funcionam, fica claro que elas nunca foram feitas para um uso tão superficial. As “regras” relativas ao uso das Esferas são, na verdade, apenas uma à prova de falhas, para evitar seu uso excessivo. Depois que um desejo é feito, as esferas se transformam em pedras e se espalham pelo planeta e ficam dormentes por um ano inteiro. Também ninguém recolhe as esferas para as guardar, uma vez que são deixadas onde caem de acordo com o desejo anterior até que sejam novamente necessárias, o que torna difícil recolhê-las todas em um só lugar em tempo hábil.

Goku e os outros nunca respeitaram realmente as Dragon Balls ou mesmo Shenlong, considerando a frequência com que eles pedem a ele para limpar sua bagunça e então reclamar sobre o que ele pode ou não fazer sobre determinados assuntos. Para ser justo, na maioria das vezes os desejos feitos por nossos heróis são para o bem do planeta. No entanto, às vezes até personagens como Bulma, que, entre todas as pessoas, deveriam saber mais sobre as esferas já que se trata de uma das mentes mais brilhantes do anime, irão juntar as Esferas para realizar um desejo tão vaidoso quanto parecer um pouco mais jovem.

Ou até mesmo Freeza que logo quando surgiu em Dragon Ball Z ambicionava ter a vida eterna e agora ao que parece só quer ter mais 5 centímetros de altura para ser um pouco mais alto sem dar desconfiança aos outros que ele ficou mais alto através de um desejo das Esferas do Dragão.

Namekuseijins tratam as Esferas do Dragão como tesouros sagrados

Dragon Ball

Os Namekuseijins, ao contrário dos terráqueos, reverenciam e até divinizam seu próprio conjunto das Esferas do Dragão. Como os criadores delas, eles não apenas têm mais respeito por seu poder, mas as Esferas fazem parte de sua própria cultura. Os Namekuseijins raramente, ou nunca, usam as Dragon Balls para seu próprio benefício. Embora eles permitam que outros usem suas Esferas para servir ao bem maior, eles não amam a ideia do uso para propósitos pessoais.

As Dragon Balls de Namekusei são muito mais fáceis de usar do que as da Terra, possivelmente porque seus criadores não estão preocupados com os abusos sobre elas. Os orbes não se espalham depois de usadas e não ficam dormentes por tanto tempo quanto as da Terra. Além do mais, as Dragon Balls de Namekusei são sempre cuidadas e facilmente acessíveis, guardadas com orgulho como objetos de grande valor pelos anciãos de cada aldeia. Embora, isso tenha tornado muito mais fácil para Freeza reunir todos eles quando ele invadiu o planeta em Dragon Ball Z, então há um certo valor estratégico em deixá-los ficar espalhados até serem necessários.

Na verdade, tudo se resume a uma diferença cultural em que os Namekuseijins, como cidadãos, são criados para reverenciar as Esferas do Dragão. Ao contrário da Terra, onde a maioria das pessoas nem mesmo sabe que as Esferas existem e aqueles que sabem são muito dependentes delas neste ponto para usá-las apenas para ganhos pessoais. No fim das contas, os Namekuseijins não usam as Dragon Balls com muita frequência porque não precisam e as reverenciam bastante para utilizá-las, em contrapartida a ganância dos humanos forçam o uso desenfreado das Esferas do Dragão consequentemente não se importando tanto com o respeito sobre elas.

Atilla Battezzati

Criador do site Atualinerd, casado, amo muito jogar vídeo game, assistir animes, ler mangás e quadrinhos, mega fã da Cultura Pop. Gosto muito de trocar ideias com as pessoas e agregar conhecimento como também aprender muito sobre as coisas da vida. Venha conosco e faça parte da nossa Família Atualinerd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *